AUTORÁDIO



AutoRádio foi uma rádio comunitária realizada pelo coletivo Micrópolis em parceria com o Centro Cultural Lindéia Regina e moradores desses bairros, localizados na regional do Barreiro, em Belo Horizonte. Esse projeto foi realizado no contexto da residência artística Reboque, proposta pelo JA.CA — Centro de Arte e Tecnologia, em que uma Kombi amarela foi utilizada como uma extensão móvel do Centro Cultural e, ao mesmo tempo, como uma base articuladora para dar voz aos moradores, aos valores e às manifestações culturais da região.
       Tomando como partido a vocação musical dos bairros Lindéia e Regina e o histórico engajamento dos moradores, a Kombi da AutoRádio funcionou como uma emissora de rádio ao ar livre cuja programação foi ora construída ao vivo junto aos transeuntes, ora composta de gravações realizadas anteriormente. Em trânsito pelas ruas ou estacionado em locais públicos como praças e pontos de encontro da comunidade, a cada parada da Kombi, ela se desdobrava em uma estrutura expandida para seu entorno, que dava suporte a uma programação diferente a cada dia.
       No primeiro dia, a rádio comunitária se instalou no Centro Cultural animando os intervalos da Noite do Sertão com entrevistas com os violeiros e histórias de antigos moradores dos bairros. No sábado, durante a troca de bandas do Rock da Regina, a AutoRádio entrava em cena premiando o público que acertava questões sobre a história do rock, além de conversar com os artistas locais. No Domingo, a Kombi foi até a Feira do Durval de Barros e entreteu os transeuntes com uma banda de pagode, receitas ao vivo e horóscopo. Na segunda-feira a rádio promoveu e narrou dois jogos de futebol entre as escolas estaduais do bairro. O último dia da kombi no bairro foi marcado pela diversidade: em uma das praças do bairro se apresentaram um grupo de B-boys, um grupo de dança do ventre e uma dupla sertaneja, sempre intercalando as apresentações com pedidos de música feitos ali na hora.


ESPAÇO, EDUCAÇÃO

Rádio comunitária realizada em parceria com o Centro Cultural Lindéia Regina durante a residência artística Reboque proposta pelo JA.CA - Centro de Arte e Tecnologia.

O projeto participou da 11a Bienal de Arquitetura de São Paulo e da exposição Infinito Vão - 90 anos de Arquitetura Brasileira, com curadoria de Guilherme Wisnik e Fernando Serapião.

Abril 2016

Belo Horizonte (MG)

Colaboração: Bárbara Monteiro, Cássia Silva, Frederico Tomazetti, Giovânia Monique, Adriely Werneck, Rafael Silva, Charles Costa, Júlio, Camila Goulart, Juninho.

Créditos: Guilherme Appolinário (vídeo)










 sobre     clipping     facebook    instagram